Inicio > Revista Gerência de Riscos e Seguros > Estudos > MAPFRE Renováveis, a solução de seguro para uma geração elétrica sustentável
Imagen-Portada2

MAPFRE Renováveis, a solução de seguro para uma geração elétrica sustentável

A transformação do setor elétrico e o papel das energias renováveis.

A descarbonização da economia provavelmente pode representar o desafio mais importante do século XXI e, sem dúvida, terá impacto na geração elétrica. Quase todas as companhias tradicionais do setor elétrico se encontram inseridas em um processo de transformação, que abrange prescindir de centrais térmicas convencionais, principalmente a carvão, e uma aposta clara pela geração renovável, com destaque para a energia eólica e a energia solar fotovoltaica.

Além do papel destas fontes de energia na redução das emissões dos Gases de Efeito Estufa (GEE), é preciso mencionar a forte queda nos custos dessas tecnologias, com maior destaque no caso da solar fotovoltaica, questão que sem dúvida facilita sua competitividade perante outras fontes de geração convencional. Despesas operacionais relativamente baixos com ciclos de investimento curtos converteram os projetos renováveis em ativos muito atraentes para os fundos de investimento. Nos últimos meses, observamos os movimentos significativos no espaço de fusões e aquisições (M&A), entradas na bolsa de companhias e o interesse das companhias de petróleo e gás no desenvolvimento de energias renováveis, segundo os últimos planos estratégicos apresentados recentemente.

“O processo de transição já superou duas barreiras importantes: as tecnologias para realizar esta mudança possuem custos que as tornam muito competitivas e atraentes para o investimento; e o firme compromisso internacional para a realização desta transição.”

No final, o processo de transição já superou duas barreiras importantes: as tecnologias para realizar esta mudança possuem custos que as tornam muito competitivas e atraentes para o investimento; e o firme compromisso internacional para a realização desta transição, especialmente na União Europeia, com novo impulso após a troca de Administração nos Estados Unidos.

A transição energética e seu impacto nos seguros

A partir da perspectiva do seguro, esta tendência do setor torna-se evidente na evolução do mix de ativos de geração que integram os programas de seguros acima mencionados, por exemplo desinvestimento/fechamento de centrais térmicas a carvão e inclusão de novos projetos renováveis, principalmente eólicos terrestres e solar fotovoltaicos.

“A América Latina é uma região chave, que nos permite aproveitar a magnífica plataforma que oferece a MAPFRE e que apresenta muito potencial de desenvolvimento em projetos renováveis.”

Do ponto de vista técnico, o perfil do risco melhora passando de grandes equipamentos de geração, como por exemplo turbogrupos ou caldeiras, para uma geração mais distribuída, como a nível de aerogerador, em eólica, ou tipo modular, como no caso da fotovoltaica. Contudo, como contrapartida, estas tecnologias estão sujeitas à sinistralidade de frequência, apresentam maior vulnerabilidade perante riscos de natureza e ficam expostas a estrangulamentos nas infraestruturas de evacuação de eletricidade, aspectos importantes a serem analisados na assinatura do risco.

MAPFRE Global Risks. O produto de Energias Renováveis

Neste contexto, o mercado de seguros tem uma grande oportunidade para fazer a diferença, demonstrando estar cientes dos desafios e dificuldades que enfrentam nossos clientes e sendo ágeis e receptivos às mudanças experimentadas pelo segmento de energias renováveis, para brindar soluções adaptadas a suas necessidades.

Nesta linha, há mais de dois anos que a MAPFRE Global Risks implementou o Produto de Energias Renováveis, como uma solução de seguro para parques eólicos terrestres em operação de potência instalada inferior a 100 MW. Em 2019, foi ampliado o alcance a centrais fotovoltaicas com categoria de potência entre 10 e 100 MW, o que permitiu o aproveitamento do importante desenvolvimento que tinha nos diferentes países em que opera a MAPFRE.

“A MAPFRE Global Risks disponibiliza para os mercados da América Latina uma solução através das companhias MAPFRE locais, para assinatura de riscos renováveis com capacidade de USD 100 milhões, que possibilita a colocação de 100% do risco.”

Com a implementação deste produto, a MAPFRE Global Risks disponibiliza para os mercados da América Latina uma solução através das companhias MAPFRE locais, para assinatura de riscos renováveis com capacidade de USD 100 milhões, que possibilita uma colocação de 100% do risco. Por sua vez, conta com ferramentas (tarifador, questionário técnico), desenvolvidas por equipes especializadas de Global Risks, tanto de assinatura quanto de engenharia, que recebem nossa experiência técnica, facilitando assim uma cotação ágil e permitindo o avanço em uma maior autonomia nas equipes locais para este segmento de negócio.

Também há condições completas de apólices específicas por tipo de riscos (eólica/fotovoltaica), com um contexto amplo de cobertura de Danos, Avaria de Máquinas, Perda de Lucros e outras garantias adicionais. Além disso, partindo de termos e condições predefinidos, é possível ajustar a oferta às necessidades de cada operação com a contratação de diferentes opções de franquias, cobertura de erro de design e a possibilidade de incluir garantias adicionais, como terrorismo ou greve, motim e comoção civil.

“No âmbito do Produto de Energias Renováveis, ao longo de 2020 foram analisadas cerca de 50 oportunidades de negócio em 14 países, com a subscrição de mais de 40 centrais que totalizam 1.500 MW.”

A América Latina é uma região chave, que nos permite aproveitar a magnífica plataforma que oferece a MAPFRE e que apresenta muito potencial de desenvolvimento em projetos renováveis. Nesse sentido, a delimitação geográfica do produto permite abranger toda a região da América Latina, exceto as áreas especialmente expostas a ventos/furacões.

No âmbito do produto de Energias Renováveis, ao longo de 2020 foram analisadas cerca de 50 oportunidades de negócio em 14 países com a subscrição de mais de 40 centrais que totalizam 1.500 MW, construindo assim uma carteira de projetos que confiamos continuar ampliando nos próximos anos, como resultado do impulso de novos projetos renováveis previstos na região e com o apoio de um plano de comercialização das diferentes companhias MAPFRE.

O compromisso da MAPFRE com a Sustentabilidade “Doing Well by Doing Good”

Na MAPFRE, somos cientes da pegada social que podemos deixar como companhia e na realização de nossas atividades.

Assumimos a nossa parte no desenvolvimento sustentável, comprometidos com o Pacto Mundial de Nações Unidas e com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, também das Nações Unidas.


Vicente é formado em Engenharia Industrial pela Universidade Politécnica de Madrid, com especialização em Técnicas Energéticas, e Executive MBA pela escola de negócios IESE. Conta com mais de 13 anos de experiência profissional no setor de geração elétrica.

Em sua primeira etapa profissional, ele trabalhou na execução de projetos internacionais para uma companhia elétrica e, durante os últimos 7 anos, realizou sua atividade profissional dentro da MAPFRE Global Risks: primeiro na área de Engenharia e posteriormente, desde 2018, como subscritor de Eletricidade na área de Energia e Construção

donwload pdf
Desafios do transporte terrestre no Brasil

Desafios do transporte terrestre no Brasil

O Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) publicou uma série de relatórios que analisam a infraestrutura do transporte terrestre na região, descrevendo sua situação, definindo as necessidades de investimento e identificando o impacto de seus projetos mais...

ler mais