Inicio > Revista Gerência de Riscos e Seguros > Estudos > Eletrificação dos Portos: menos poluição e mais eficiência

Eletrificação dos Portos: menos poluição e mais eficiência

Este é um dos maiores avanços do setor marítimo e uma tendência crescente em nosso país, sobretudo em cidades como Barcelona ou Valência. A eletrificação oferece vantagens importantes, como redução de custos a longo prazo, redução de gases do efeito estufa ou minimização de ruído.

A eletromobilidade é uma tendência imbatível no mercado global. Um dos principais desafios dos veículos terrestres, uma das linhas de inovação mais avançadas, é o da estruturação de uma rede de carga e manutenção em nível das frotas potenciais. Esta é outra das frentes abertas no caso da mobilidade marítima, que já está sendo resolvida com a progressiva eletrificação de portos.

Essa transição afeta as pequenas atividades diárias que ocorrem no terminal, desde trabalhos de limpeza até logística próxima, mas afeta especialmente navios, que podem realizar suas operações portuárias com essas conexões e recarregar suas baterias internas. A infraestrutura é semelhante à de uma estação de carregamento: por meio de “conectores de alimentação elétrica” nas docas, os navios podem ser conectados à rede sem precisar usar seus próprios geradores a bordo. Esses conectores proporcionam uma conexão segura e eficiente entre a rede do porto e o navio, reduzindo o uso de combustíveis fósseis e emissões de gases poluentes.

Muitos portos internacionais já deram este primeiro passo para os chamados ‘Smart Ports’, mas esta tendência está crescendo também na Espanha, e já são várias as autoridades portuárias que estão apostando nesta tecnologia, como Barcelona, Valência ou Bilbao. Além disso, o governo está impulsionando esta transição com a Estratégia de Mobilidade Segura, Sustentável e Conectada 2030, bem como com incentivos fiscais para as empresas que investem neste tipo de projetos.

 

Quais são as principais vantagens?

Um dos principais benefícios da eletrificação de portas é a redução da poluição atmosférica. Os navios e veículos nos portos costumam usar combustíveis fósseis, como o diesel, que emitem gases poluentes extremamente nocivos. A utilização de energia elétrica e renovável melhora a qualidade do ar e reduz os efeitos negativos na saúde das pessoas.

Além disso, também ajuda a promover a transição para uma economia mais sustentável e a reduzir a dependência de combustíveis fósseis, utilizando fontes de energia verdes para produzir eletricidade e incentivar o investimento em tecnologias mais limpas, como motores elétricos. Tudo isso contribui para a luta contra a mudança climática e a criação de empregos no setor das energias renováveis.

Outra vantagem relevante é a redução do ruído para as comunidades próximas ao porto, poluição acústica que até agora afetava o ambiente a partir de sons constantes e as fortes vibrações geradas pelos navios em repouso. Os motores elétricos são muito mais silenciosos do que os motores de combustão e os novos geradores e equipamentos de carga e descarga dos navios também minimizarão o ruído.

A eletrificação também reduz os custos de longo prazo de várias maneiras. A primeira é que a eletrificação da rede elimina a necessidade de comprar e transportar combustíveis fósseis, bem como os custos derivados do transporte de peças móveis. Além disso, os motores elétricos são mais eficientes e têm uma vida útil significativamente mais longa.

 

Os principais portos espanhóis

Na Espanha, a eletrificação é uma tendência em crescimento e está sendo impulsionada em muitos portos do país. No momento, várias são as cidades espanholas que se definiram por estar na vanguarda da eletrificação portuária:

  • Barcelona: Este porto é um dos pioneiros em eletrificação na Espanha e, atualmente, conta com uma ampla infraestrutura de pontos de conexão elétrica para os navios. Além disso, ele está no processo de eletrificar sua frota de guindastes para funcionar com baterias, reduzindo o ruído e a poluição.
  • Valência: Outro dos portos mais importantes do país, também avançou muito nesta matéria após instalar uma rede de pontos de carregamento para barcos elétricos. Eles funcionam com energia renovável e permitem que os navios carreguem suas baterias de forma rápida e eficiente enquanto estão atracados no porto.
  • Bilbao: Em 2019, foi inaugurado um novo terminal com conexão elétrica para navios e, desde então, foram instaladas infraestruturas de recarga elétrica em diferentes pontos do porto e várias docas foram eletrificadas. Além disso, a eficiência da iluminação foi melhorada e foram introduzidas máquinas elétricas.
  • Tarragona: A Autoridade Portuária desta cidade está trabalhando em um projeto de eletrificação de docas para instalar pontos de carregamento para navios e caminhões. Além disso, também foram desenvolvidas iniciativas para melhorar a eficiência energética da iluminação e foram instalados painéis solares.
  • Algeciras: Em 2019, ela foi escolhida pela Comissão Europeia para liderar o projeto “Smart Green Ports”, que busca promover a sustentabilidade e a inovação nos portos europeus usando tecnologias verdes e implementando medidas para reduzir a poluição.
donwload pdf
Nicarágua: perspectivas econômicas e comerciais

Nicarágua: perspectivas econômicas e comerciais

Com perspectivas de estabilidade econômica, muito marcadas pelo consumo privado, e com o objetivo de continuar ampliando seu comércio e projeção internacional, a Nicarágua enfrenta o desafio de consolidar seu programa de energia renovável e continuar criando emprego...

ler mais
Protagonistas da Semana do Seguro

Protagonistas da Semana do Seguro

Nos dias 20, 21 e 22 de fevereiro, a Accenture, a Oracle e a INESE uniram forças para realizar a XXXI edição da Semana do Seguro com um slogan inspirador: “Vamos falar sobre reinvenção. Pense grande, seja diferente”, e a MAPFRE não poderia ficar de fora. A Semana do...

ler mais