Home > Revista Gerência de Riscos e Seguros > Notícias > Resumo de sexta-feira – XXIX Jornadas Internacionais da MAPFRE Global Risks

Resumo de sexta-feira – XXIX Jornadas Internacionais da MAPFRE Global Risks

Sexta-feira, 7 de junho

A segunda sessão das Jornadas Internacionais da MAPFRE Global Risks continuou incentivando um debate ativo sobre temas de alta relevância internacional, como os desafios ambientais, os compromissos Ambientais, Sociais e de bom Governo (ASG) das empresas ou da inovação, sempre com um espaço reservado à perspectiva do setor segurador.

Mesa-redonda: “Programas globais de benefícios para funcionários”

Como explicou Paulo Rua, Head of Reward da GALP, os programas de benefícios para funcionários vão muito além das políticas de Recursos Humanos. Essa foi uma das reflexões discutidas durante a palestra moderada por Fernando Gómez, subdiretor de Desenvolvimento de Negócio e responsável por Global Employee Benefits da MAPFRE Global Risks, que também contou com a participação de Ramón de la Vega, diretor de Financiamento de Riscos Corporativos da Telefónica. Além das retribuições contratuais, as empresas podem oferecer a seus funcionários outros tipos de benefícios, que podem variar de descontos corporativos a uma ampla variedade de seguros. Os casos representados na mesa, Telefónica e GALP, podem ser exemplos da grande mudança de paradigma empresarial que enfrentamos: as expectativas da força de trabalho que entra no mercado são muito distintas das observadas nas gerações anteriores e incluem elementos como flexibilidade ou trabalho híbrido.

A governança responsável dessas empresas atua para oferecer opções mais completas e aprimoradas, conscientes de que os benefícios para funcionários causam um efeito muito positivo em sua própria atividade, incluindo melhorar a imagem da marca e favorecer a captação e retenção de talentos. O desafio para multinacionais como as citadas seria, entre outros, adaptar os programas à peculiaridade de cada país onde atuam.

Mesa-redonda: “O setor espacial como propulsor da inovação”

O setor espacial é fundamental para a comunicação e, portanto, para o progresso econômico, social e tecnológico. Essa realidade acarreta grandes desafios, abordados na mesa-redonda moderada por Cristina Quintero, subdiretora da área de Aviação e Transportes da MAPFRE Global Risks. Estamos falando de um setor que deixou de ser uma exclusividade pública para abrir suas portas ao setor privado, o que representa uma importante oportunidade para o mundo segurador. Dois especialistas acompanharam Cristina neste debate: Miguel Ángel Panduro, conselheiro delegado da Hisdesat e Miguel Ángel García, CEO da Hispasat.

Um dos elementos mais debatidos durante a palestra foi a situação do panorama satélite, apresentada de maneira ágil e divertida apesar da complexidade que representa. Os profissionais do setor acreditam que é importante transcender o conservadorismo que prevaleceu até o momento e procurar novos caminhos em uma realidade muito mais competitiva. No contexto, ambos concordaram em solicitar a ajuda necessária do setor segurador. Além disso, pedem a distinção entre as empresas de categoria e as menos testadas – algo que, como foi reconhecido na palestra, está no DNA da MAPFRE. Outro desafio do setor é a sustentabilidade, principalmente entre satélites localizados em órbitas próximas, em que há um acúmulo imenso, que muitas vezes provoca colisões.

Mesa-redonda: “Como explorar novos horizontes no setor de mineração”

Esse setor muito tradicional é, paradoxalmente, fundamental para o futuro da tecnologia. Um único telefone celular comum conta com mais de 70 materiais com origem na mineração. Esse dado, revelado por Ana Pedrouzo, especialista em Subscrição da área de Property, Mineração e Siderurgia da MAPFRE Global Risks e moderadora da mesa, indica o caminho dos grandes desafios enfrentados pelas empresas do setor. Malerie Kostiuk, diretora de Riscos e Seguros da Capstone Cooper e Christian Ackermann, CFO da Marsa também participaram do debate. Um dos temas mais importantes está relacionado com a descarbonização e a atenuação do impacto ambiental. Para tal objetivo, é relevante a gestão de resíduos, que está em contínua evolução em busca de uma sustentabilidade mais provável a partir de sistema de armazenamento a seco ou lagoas de resíduos. O setor segurador acompanha a indústria mineradora nessa jornada, tanto na prevenção como na cobertura de riscos, em que os profissionais da mineração consideram o seguro paramétrico um aliado promissor.

Outra das grandes dificuldades abordadas foi a dificuldade de licenciar e iniciar minas; este processo pode se estender por vários anos em alguns países, adicionando uma barreira ao desenvolvimento da área. Agilizar esses procedimentos e aprovar planos de negócios que já levam em conta a eficiência e sustentabilidade é essencial para o desenvolvimento positivo de um setor que é fundamental para o sucesso de muitas indústrias, desde tecnologia até saúde.

Sessões curtas: A voz do especialista

Veículos elétricos: obstáculos e desafios. Para terminar a Jornada, subiram ao palco três especialistas que abordaram áreas tecnológicas muito específicas, mas de grande interesse para o setor segurador e todos seus aliados. O primeiro participante foi José María Cancer Aboitiz, diretor geral do CESVIMAP, centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da MAPFRE. Ele destacou a importância de toda a inovação no setor e, sobretudo, a importância de compartilhar informações no setor de seguro, como está sendo feito com grande sucesso no mercado pela empresa. Os desafios técnicos são enormes em uma tecnologia em constante evolução, mas o CESVIMAP está trabalhando para detectar todos os riscos possíveis diante de uma realidade que, mais cedo ou mais tarde, ganhará as ruas das cidades.

Inovação em serviços de engenharia. Em seguida, Óscar Estrada, subdiretor da área de Engenharia da MAPRE Global Risks, compartilhou o objetivo de transformar um departamento tão tradicional em uma empresa com vocação inovadora. Ele indicou o desenvolvimento de ferramentas de tecnologia muito avançadas como o GEMA, um modelo de sistema de gestão avançado que substitui os métodos tradicionais de comunicação, proporcionando fluidez e acessibilidade de informações entre brokers, cliente e seguradora e MGR Remote, um novo modelo de fiscalização com protocolo de alta segurança.

Evolução e tendências das Insurtech. A última sessão curta das Jornadas foi comandada por Javier Santiso, CEO e sócio geral da Mundi Ventures, que explicou como o setor segurador estava passando por uma grande revolução. A dimensão do mercado é impressionante e seu faturamento global é enorme, atraindo todos os tipos de investidores. Os seguros estão no centro de muitas grandes empresas, como Tesla e Booking. Grandes empresas de tecnologia, telecomunicações, vendas ou telefonia distribuem produtos ou serviços relacionados a seguros. O seguro também pode ser importante em desafios globais, como desigualdade econômica das regiões, transformação tecnológica ou mudança climática.

Prêmio de excelência, conclusões e cerimônia de encerramento

Próximo ao final das Jornadas, tivemos a quarta edição de uma premiação muito importante: o prêmio pela Excelência na Gestão de Riscos, desta vez recebido pela Telefónica, nas mãos de Augusto Pérez Arbizu, diretor de Riscos Corporativos.

Para nos despedirmos da noite e agradecermos a presença das centenas de convidados que aproveitaram as Jornadas, ouvimos Jose Manuel Inchausti, vice-presidente da MAPFRE, e o prefeito de Málaga, Francisco de la Torre, que além de mostrar seu entusiasmo por acolher um evento de tal magnitude, descreveu, de maneira divertida, a história e os benefícios da cidade andaluza.

Em breve, na nossa revista Gerência de Riscos e Seguros, será possível ler sobre cada uma das mesas redondas e apresentações da Jornada. Fique atento!

donwload pdf
A Inteligência Artificial na gestão de riscos

A Inteligência Artificial na gestão de riscos

A IA foi um tema transversal na XXIX edição das Jornadas Internacionais Global Risks da MAPFRE, realizada no último mês de junho. Foi o eixo central de uma das palestras de mais destaque do evento, abordando seu impacto na gestão de riscos globais. Tendo como...

ler mais